quarta-feira, agosto 29, 2007

Manias

Aproveitando o melhor dia de praia que este Verão foi capaz de me dar, fui ao Guincho.
As praias da linha de Cascais têm um problema: a alta probabilidade de dar de caras com umas quantas "tias", mais as suas manias.
O cabelo cor-de-ferrugem-acastanhada-com-nuances-douradas já passa quase despercebido, mais ainda do que o único beijo com que se cumprimentam umas às outras, não vão elas ser confundidas com a "plebe".
Os filhos, com cabelo cortado "à tijela" e da mesma cor que o das mães, e com o fiozinho de couro pendurado ao pescoço, estão perdoados, pois (ainda) não têm culpas no cartório.
Agora, mesmo difícil de aceitar, é ver (ouvir) as mães a tratar os filhos por "você".
Que há umas décadas atrás fosse hábito os filhos tratarem os pais desse modo, por ser considerado uma questão de respeito, é coisa do passado.
Mas que hoje ainda haja pais que façam questão de cavar um fosso entre eles e os filhos - fosso derivado do distanciamento que um tal tratamento inevitavelmente cria - é algo difícil de aceitar.

1 comentários:

Em 09 setembro, 2007 22:47, Blogger catrocha disse...

Em Porto Santo tb havia dessas tias: muitos filhos por casal e sempre a tratarem-se por você!

 

Enviar um comentário