segunda-feira, março 24, 2008

Diário de uma semana atípica

2ª, 17:
Regresso de um fim de semana prolongado. Vá-se lá saber porquê, os miúdos não adormeceram na viagem, ficaram chatos, tivémos de parar para jantar numa área de serviço. Chegámos a casa depois das 23 horas. Ainda não descobri como é que, em meia hora, conseguimos pôr 4 putos na cama, tirar tudo das malas e dos sacos, e estarmos prontos para dormir. Espírito de equipa, creio.

3ª, 18:
Levantar às 6h para ir para Coimbra, o corpo vingou-se mais tarde: adormeci no regresso, só dei conta quando o comboio estava a chegar a Sta. Apolónia. Tive de comprar um bilhete de regresso ao Oriente.

4ª, 19:
Às 6h já estava a trabalhar, fiquei fechado numa sala de reuniões até às 21h. A dor de cabeça já era grande a meio da tarde, quando me deitei nem sabia de que terra era.

5ª, 20:
O stress de ser o último dia da semana, e de verdadeiramente só hoje ter tempo para trabalhar o que tinha pendente desde a semana anterior. Mais um dia para esquecer...

6ª, 21:
Feriado, veio mesmo a calhar. Espero que na semana que se segue a história seja outra.

1 comentários:

Em 02 abril, 2008 23:35, Anonymous Capitolina disse...

Impossível que isso faça bem à saúde de um ser vivo...
Claramente é preciso dar uma volta a qualquer coisa...

 

Enviar um comentário