sábado, agosto 19, 2006

Tempos modernos

Há ano e meio transferi a minha inscrição de um Centro de Saúde para outro. Tendo sido avisado que o novo cartão demoraria cerca de 6 meses (!!) a ser feito, resolvi jogar pelo seguro, e dar mais uma folgazita, pelo sim pelo não.

Assim, apresentei-me esta semana na secretaria do novo Centro, já ensaiando o orgulho de quem é possuidor de mais um cartão magnético, ao mesmo tempo que pensava se caberia ainda na carteira, junto dos outros 16 ou 17.

Primeira modernice: o sistema informático engana-se, e diz que eu já tenho o cartão comigo.
Lá explico que não, mostro o papel provisório que me tinham entregue na altura da transferência. A senhora da secretaria tenta então contactar o Centro de onde eu tinha sido transferido.

Segunda modernice: para telefonar para o exterior, a senhora tem de telefonar para um colega dois andares abaixo e pedir que ele peça à telefonista que a ligue ao dito Centro.
Após alguns minutos de espera, lá conseguimos ligação. Descobrimos então que a minha transferência nem sequer tinha sido pedida, apesar de todas as provas em contrário.
Aproveita-se então para pedir à colega para mudar o estado do meu pedido no computador do outro Centro.

Terceira modernice: apesar de, aparentemente, se tratar de um sistema informático comum a todos os Centros, só se podem alterar os dados de uma pessoa no Centro em que está inscrita.

No final, a senhora diz-me para eu passar lá "daqui a uns tempos", pode ser que então o meu processo esteja a andar.

Quarta modernice: sendo esta a segunda vez em que o meu pedido de transferência é introduzido no sistema, ainda estamos dependentes da boa vontade do computador. Pelos vistos, ele também tem dias em que é do contra.


Parece que o Simplex ainda não passou por aqui...


PS: no meio de tudo isto, a simpatia da senhora que me atendeu, juntamente com o esforço que aplicou para tentar resolver o meu problema, são de louvar. Nem toda a função pública é aquilo que se diz. Ou será que a senhora já tem contrato individual de trabalho?

2 comentários:

Em 19 agosto, 2006 23:39, Anonymous Capitolina disse...

Está visto que isto ainda é Portugal...

 
Em 28 agosto, 2006 23:48, Anonymous Monteiro disse...

A propósito de simplex...
Uma certidão de curso na Universidade de Coimbra demora um mês a passar; isto se o professor tiver lançado a nota até 31/7...

 

Enviar um comentário