segunda-feira, maio 29, 2006

Santa ignorância

À pergunta "Concorda com a liberalização das farmácias?", vozes discordantes alegam: "Isto não é como vender batatas", ou "Não se pode deixar que qualquer pessoa abra uma farmácia."

Qualquer candidato a político aprende, logo na primeira aula, como é fácil manipular este povo ignorante. Como é preciso tão pouco para pôr toda a gente a dançar a mesma música.

Alguns dos piores defeitos dos portugueses incluem a falta de formação, o desprezo pelos livros e jornais, a profunda ignorância em que vivem. Muitos políticos, em vez de combaterem este estado de coisas, aproveitam-se dele. Alguma vez nos livraremos disto?

1 comentários:

Em 22 julho, 2006 12:11, Anonymous Anónimo disse...

I find some information here.

 

Enviar um comentário